terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Eu te amo,




Eu te amo
quando não preciso mais dizer te amo.
Eu te amo
quando reconheço
teu Direito de Fazer Escolhas.
Eu te amo
quando não te sufoco
com chiliques ou pressões.
Eu te amo
quando respeito tua própria liberdade
tanto quanto a minha.
Eu te amo
quando compreendo tua vontade
de às vezes ficar só.
Eu te amo
quando ponho afeto e gostosura
entre as nossas distâncias.
Eu te amo
quando aplaudo
os teus desejos de voar.
Eu te amo
quando me convenço de que o ciúme
é o câncer do amor.
Eu te amo
quando te ajudo a ser mais livre do que era
quando eu te conheci.
Eu te amo

2 comentários:

Jéssy disse...

lindo isso amigah

Pauly Cristina disse...

que bom que gostou!